Alimentação Natural

Alimentação natural, ou simplesmente AN, é um termo que tem sido bastante utilizado no meio pet, vem conquistando um crescente número de adeptos em todo o mundo e  parece ter vindo para ficar. Mas quando você escuta este termo, no que pensa? Conhece seu real significado e quais as suas bases?

 

Há um grupo crescente de profissionais e tutores buscando oferecer a seus pets e saber mais sobre AN. Há um início específico para essa conscientização?

A alimentação natural tem sido alvo de estudos e pesquisas pelo mundo há mais de cinqüenta anos (Fromm Family Foods, 1949 – EUA). No Brasil ela apareceu há pouco menos de dez anos, enquanto que em países europeus e norte americanos já conquistou muitos adeptos. No caso da Europa eles já somam quase a maior parte da população. Não podendo ficar de fora os australianos, principais produtores de bibliografia de qualidade sobre o assunto.

 

O que consiste a Alimentação Natural

Muita gente pensa que ao dar restos de comida está aderindo à AN, enquanto que a alimentação natural é muito mais do que isso e está baseada em conhecimentos anatômicos, nutricionais e fisiológicos dos animais.

A comida que fazemos em casa para nosso consumo, por mais saudável que seja, é feita para humanos, contendo muitas vezes condimentos que podem ser tóxicos para pets, como a cebola, alho e sal (em quantidades excessivas).

Você sabia que os gatos são originários dos desertos e, fisiologicamente, quando se alimentam da forma correta, quase não bebem água? Sim, seus alimentos são constituídos dos líquidos necessários para existência. E que doenças hoje comuns em felinos, como cálculos e obstruções urinárias, são enfermidades atuais? Recentemente relacionadas com rações secas?

E que a obesidade em pets é uma doença que preocupa há poucas décadas? Que surgiu praticamente junto com o aparecimento das rações?

Estas informações sobre as características dos animais são utilizadas para escolher e balancear ingredientes adequados de forma a suprir todas as necessidades nutricionais do seu pet.

Cada componente é avaliado individualmente quanto aos seus nutrientes e energia e adicionado aos demais de forma balanceada, resultando em uma formulação completa e saudável.

Dietas naturais consideram o estado de saúde, as doenças existentes, a condição corporal, a idade, predisposições a alterações e as preferências dos animais.

Dentre os alimentos liberados, as dietas são formuladas com os componentes que mais agradam os pets e vão sendo adaptadas conforme a aceitação ou não de alguns ingredientes.

As formulações são mutáveis para abranger ampla variação de nutrientes e sabor irresistível.

O uso de corantes, conservantes, palatabilizantes ou quaisquer tipos de aditivos químicos não são aceitos pela alimentação natural. Os complementos a serem adicionados a este tipo de dieta devem ser prescritos pelo responsável técnico que acompanha o paciente conforme a situação de saúde e fase da vida.

Benefícios de se oferecer Alimentação Natural

Os benefícios da AN são muitos:

a segurança de sabermos a composição do produto que será ofertado aos pets (mesmo nas dietas compradas prontas, os ingredientes são especificados com clareza);

– a alta palatabilidade (o que garante grande taxa de aceitação – gatos podem exigir uma adaptação mais longa);

– possibilidade de variação de cardápio e sabores;

– redução dos problemas de pele e de alergias, pelagem sadia e brilhante além de dentes limpos e hálito fresco.

 

Fonte:http://portaldodog.com.br/cachorros/adultos-cachorros/alimentacao-adulto/alimentacao-natural-para-cachorros/

Compartilhar no facebook